O Salto era um lugar de retretas

Artigo publicado pelo Prof. Demósthenes Correa, em comemoração ao aniversário de Piracicaba, em 1978, indica que, cem anos antes, um dos locais preferidos dos piracicabanos era o Salto e a Ilha dos Amores. O curioso é que, segundo sua descrição, o Salto era local de retretas musicais que aconteciam todos os domingos, sempre às 16:00 horas. Ele detalha, inclusive, um domingo de 1882 quando, por causa da chuva, esteve impedida de se apresentar a banda de música composta de meninos e dirigida por Antonio Gomes Escobar, apesar de “numerosa concorrência de visitantes”.

Deixe um comentário