Pedro Chiquito

chiquito

Os grandes do cururu: Chiquito é o primeiro à esquerda

Cantador famoso, Pedro Chiquito foi mestre do cururu, a que se dedicava desde a juventude. O cantador, um dos maiores de todos os tempos, foi tema de uma matéria de destaque do semanário impresso A Província em outubro de 1987.

Chiquito era apaixonado pelo Rio Piracicaba, pela natureza, por uma viola, mas também reservava amor para o samba. Dizia que cantava em qualquer lugar: em igreja e palanque, para padre e freira, governador e ministro. Pedro Francisco Prudente, seu nome de batismo, estudou até o quarto ano do ensino fundamental, mas, orgulhoso, dizia que se tivesse oportunidade, seria doutor.

Foi doutor das letras e dos versos e aos 16 anos, quando deixou a casa do pai, severo demais, foi para Laranjal Paulista e até ensinou a colonos analfabetos as primeiras letras. Em 1987, quando tinha 75 anos e era vigia da escola do bairro Jupiá, diza o que podia salvar o mundo: o silêncio. “Tá muito barulho no mundo”. Sábio e profético!

Deixe um comentário