Piracicaba em quadrinhos: trabalho de 20 anos

Os dois volumes que constituem a obra de Leandro Guerrini, “História de Piracicaba em quadrinhos” (Piracicaba, 1961), referência para estudiosos e pesquisadores da região, nasceu sem qualquer pretensão de se constituir em publicação organizada.

Leandro Guerrini, em suas memórias póstumas, relata que o material foi sendo acumulado a partir de suas pesquisas na Biblioteca Pública Municipal, da qual foi diretor desde sua criação.

Segundo ele próprio, “ali passei os melhores anos de minha vida, senhor do mecanismo das fichas, dos catálogos, dos livros, meus companheiros velhos e estimados”.

Nas férias anuais de 20 dias, Leandro lembra que passava à cata de “quadrinhos”sobre Piracicaba, tendo visitado as prefeituras de Itu, Porto Feliz, Sorocaba, Mogi Mirim, departamentos estaduais, institutos históricos, cartórios. A forma de examinar os documentos exigiu, muitas vezes, a lupa ou a utilização de uma garrafa branca com pouca água para aumentar a nitidez da escrita. Ele ainda relata que nada encontrou na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro e nem em consultas feitas à Biblioteca de Lisboa. “Por mais de 20 anos, estive nessas andanças, findos os quais possuía milhares e milhares de fichas acumuladas, todas na sua ordem de data”.

Leandro Guerrini foi estimulado pelo também historiador Nelson Camponês de Oliveira, que chegou a iniciar o trabalho. Nasceu daí, a “História de Piracicaba em Quadrinhos”, que anteriormente tivera várias de suas informações publicadas esparsamente no Jornal de Piracicaba. O arrecadado com as vendas da publicação foi doado à entidade beneficente Nosso Lar.

 

 

 

Leandro Guerrini, autor de “História de Piracicaba em Quadrinhos”

 

 

Deixe um comentário