Francisco Oliva Stefanovitz

29/11/1958

A linguagem contemporânea é a expressão de sua produção e pesquisa em artes plásticas, em técnica mista.
Participa de coletivas desde 1984: Salão de Arte Contemporânea, “Semana Cultural”, dos Artistas Contemporâneos no Engenho Central, Museu de Arte Contemporânea de Campinas, em Curitiba, São José do Rio Pardo, São Bernardo do Campo e Santo André.
Suas exposições individuais datam desde 1992: na Itaugaleria de São Paulo e Brasília, Cemig-Galeria de Arte de Belo Horizonte, MAC de Americana, Teatro Municipal, várias vezes no Centro Ecológico Cultural Gaia, Galeria do Engenho Central em Piracicaba e Centro Cultural em São Paulo.
É também colecionador de trabalhos de representativos artistas da arte contemporânea. Doou em 1999 dez obras do acervo particular para a Casa das Artes Plásticas Miguel Dutra.

Sem Título – 1999
mista s/ tela – 100 x 100 cm

Deixe um comentário