Bons tempos

Bons tempos

E Piracicaba viveu, também, o tempo das melindrosas e dos almofadinhas. Bons tempos de elegância e de cavalheirismo. Nas décadas de 1910 a 1930 (com o intervalo da I Grande Guerra) Piracicaba se destacou nacionalmente pelo seu pioneirismo em educação, cultura e arte. A elegância fazia parte dessa estrutura, uma elegância que, nesta primeira década do século 21, pode parecer estranha, esquisita. Era a elegância dos almofadinhas, que freqüentavam o Cinema Iris (que passaria a ser Broadway), o Club Piracicabano (que se tornaria Clube Coronel Barbosa) e algumas confeitarias da cidade. As famílias andavam de tróleis e de carruagens. Paulo de Moraes Barros – o Doutor Paulo de Moraes, prefeito, político importante, sobrinho de Prudente de Moraes – foi um dos primeiros a ter automóvel em Piracicaba.

Deixe um comentário