Cidade horizontal

Cidade horizontal

A foto, de autor desconhecido, é da década de 1960, quase ao final, avaliação que pode ser feita pela conclusão, ainda recente na foto, do grupo escolar Dr.Prudente de Moraes, na Cidade Jardim. A escola está em primeiro plano na foto.

A explosão das edificações verticais em Piracicaba tomara impulso com a construção do Edifício Luiz de Queiroz (COMURBA), que ruiu feito castelo de cartas. O prédio, moderno e audacioso, já era considerado um dos mais belos do interior de São Paulo, de arquitetura arrojada. Com a sua queda, as construções verticais em Piracicaba sofreram uma paralisia quase total, no que se chamou a “Síndrome do Comurba”.

Na foto, uma visão área, vêem-se dezenas de quarteirões, no Bairro Alto e dos Alemães, com grandes espaços vazios e muitos quintais com árvores. Aos poucos, a partir da segunda metade dos 1970, a verticalização retomou, agora sofrendo a concorrência dos condomínios residenciais horizontais.

Deixe um comentário