Casos de estupro aumentam significamente em Piracicaba

Piracicaba registrou 23 casos de estupro entre janeiro e maio, segundo estatísticas divulgadas na tarde de terça-feira (25) pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).

O número representa mais que o dobro das ocorrências do mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados 11 estupros na cidade (aumento de 110%). Foi o tipo de crime que mais cresceu. Também houve mais prisões por tráfico de drogas e de vítimas em homicídios no município.

Em 2013, março foi o mês com o maior número de casos de estupro (10 no total), seguido de abril (com 6). Em janeiro foram três ocorrências. Fevereiro e maio registraram dois estupros cada um. O balanço oficial é baseado nas ocorrências contabilizadas pela Polícia Civil. Em 2012 inteiro, Piracicaba teve 39 ocorrências de estupro, conforme a SSP.

As prisões por tráfico cresceram 60% nos cinco primeiros meses de 2013 em comparação com o mesmo período de 2012 (de 232 para 372). O número de vítimas em homicídios saltou de 18 para 26, um acréscimo de 44,5% nas ocorrências, de acordo com a SSP.

Também houve um roubo a banco este ano, contra nenhum entre janeiro e maio de 2012. A quantidade de pessoas mortas em acidentes de trânsito se manteve estável (foram 18 em cada período analisado). Casos de tentativas de homicídio, roubos de carga, roubos e furtos em geral e roubos e furtos de veículos caíram em Piracicaba.

Deixe um comentário