Vacinação contra a gripe segue até sexta-feira (22)

vacinagripe2015d180515134607A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe prossegue até sexta-feira (22). Em Piracicaba, as pessoas com indicação podem buscar uma das 65 unidades (UBSs, CRABs e PSFs) ou o posto volante do Terminal Central de Integração. A meta do Ministério da Saúde é imunizar 80% do público-alvo.

Devem receber a dose da vacina crianças com idade entre seis meses e cinco anos incompletos, idosos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), além de trabalhadores da saúde, pessoas com doenças crônicas, indígenas, população carcerária e funcionários do sistema prisional.

Em Piracicaba, devem ser vacinadas cerca de 63,6 mil pessoas. Até este domingo, foram aplicadas 33.092 doses da vacina, incluindo 4.899 para pessoas com doenças crônicas, que não entram na meta do ministério. A cobertura vacinal até o momento é de 42,82%, com 28.193 doses aplicadas nos grupos prioritários.

Como o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção contra a gripe, o governo ressaltou que é fundamental realizar a imunização no período da campanha para garantir a proteção antes do início do inverno.

A vacina é contraindicada a pessoas com história de reação anafilática em doses anteriores ou àquelas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. “A vacina é segura e não transmite a doença. Fazemos um apelo para que as pessoas com indicação busquem uma unidade de saúde ainda nesta semana, principalmente crianças e idosos, que sentem mais os efeitos das gripe”, alerta a enfermeira Fernanda Menini, diretora da Vigilância Epidemiológica.

A transmissão dos vírus Influenza ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. A doença também pode ser transmitida pelas mãos e por objetos contaminados.

Os sintomas da gripe incluem febre, tosse ou dor na garganta, além de dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. O agravamento pode ser identificado por sintomas como falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

Deixe um comentário