Eu voto sim!

Os textos de diferentes autores publicados nesta seção não traduzem, necessariamente, a opinião do site. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

terçoPela beleza nossa de cada dia, eu voto sim. Voto sim pela permanência absoluta do que é belo, do que é justo, do que é do direito de cada um. Voto sim, pela ruptura com toda sorte de violência, injustiça e corrupção. Voto sim pela honra, pela decência, pela legitimidade de todas as nossas instituições democráticas e pela dignidade da nação brasileira.

Meu voto é sim, caros companheiros de jornada. Sim, pela lisura no trato da coisa pública. Sim, por hospitais funcionando e gente sendo atendida como gente. Voto sim, pela luta de cada dia. Voto sim, pela vida do trabalhador brasileiro, este cidadão que nos honra com sua coragem e persistência.

Voto sim, pelo pão nosso de cada dia, um pão cada vez mais caro, por conta de uma política econômica que naufragou ao longo de mensalões e petrolões vergonhosos, que espoliaram o país, de norte a sul. Voto sim, pela melhoria na qualidade de vida dos cidadãos brasileiros, por melhores salários, sobretudo para os professores. Sim, pelas nossas escolas e por uma educação que justifique o nome de “pátria educadora”.

Senhor presidente, ainda que Vossa Excelência seja um gângster, o povo brasileiro não o é. Meu voto é sim por um Congresso menos corrupto ou menos corrompido, seja qual for o duplo particípio desta praga que assola o nosso Brasil.

Voto sim, por esta bela terra tropical,  subtraída em tenebrosas transações, nas antigas palavras de um lindo ídolo. Ele deixou confusos os seus fãs, eleitores e pessoas comuns como eu, que já fui apaixonada por ele. Pensei até numa campanha do tipo “Pensa melhor, Chico”, mas há irreversibilidades ideológicas com as quais é melhor não mexer.

Voto sim, por esta nação. Talvez, em toda a história da República, nunca tantos se locupletaram tanto. Nunca houve tamanho descalabro e mentira, tal a farsa montada para iludir um povo inocente. Em meio à massa de manobra, três nobres juristas se elevaram perante a lei. E eu voto sim por eles, senhor presidente.

Voto sim, pela minha casa, pela minha família, filhas e netos. Voto sim, pela família brasileira, pelo lar de cada cidadão, rico ou pobre, por todos eles, eu voto sim. Pelos nossos amados que já partiram e não estão aqui para ver tanta roubalheira e vergonha nacional.

Senhor presidente, eu voto sim pela reforma política, tributária, e fiscal. Pelo fim do foro privilegiado e pela reforma ministerial. Pela mudança na carga tributária que o povo esmagado paga sem reclamar.

Voto sim, pelo fim das queimadas de cana, pelo fim da poluição de nossos rios e mares, voto sim pela preservação do meio ambiente. Tenho tanto voto a dar. Voto sim, pela honestidade nas contas públicas, pela volta da confiança nos que governam o país. Sim, pela justiça e pela paz.

Senhor presidente, dou o meu sim final para a gentileza, a delicadeza, para o respeito, a cidadania e a ética.

Voto sim, caro leitor, por um lugar de mato verde, pra plantar e pra colher. Sim, pela casinha branca com varanda, um quintal e uma janela, para ver o sol nascer…

Deixe um comentário