Carnaval das Marchinhas atrai 5.000 foliões ao Engenho Central

Famílias inteiras e grupos de amigos iniciaram e finalizaram o Carnaval 2016 em um dos lugares mais bonitos de Piracicaba: o Engenho Central. Com infra-estrutura que incluiu estacionamento gratuito, policiamento, praça de alimentação e ambulância, o Carnaval das Marchinhas, que faz parte do projeto Choros & Serestas e é realizado pelo Governo Municipal por meio da Semac (Secretaria Municipal da Ação Cultural), atraiu cerca de 5.000 pessoas nas noites de sexta, 05, e de terça, 09. O repertório de sambas-enredo, samba da Velha Guarda e Marchinhas foi executado pelo grupo Palma na Mão.

As amigas Leila Mello, Daniela Vitti, Daniela Tozzi e Silvia Perez mostraram samba no pé e aprovaram as músicas e o lugar. “O Engenho é um dos pontos turísticos mais lindos de Piracicaba e também lugar ideal para curtir a folia em boa companhia, com segurança e boa música”, declarou a executiva de vendas Leila.

A designer de moda Márcia Vitti levou os pais Rubens Vitti e Herminia Zani Vitti para curtir a folia na sexta-feira. Outra família que marcou presença foi a do publicitário André Costa, que foi ao Engenho com o pai, Laerte Costa, a filha, Maria Eduarda, e a madrasta Fernanda Angerami. O grupo se divertiu e dançou ao som do Palma na Mão, formado por Aguinaldo Guilherme (voz/percussão), Douglas Marçal (voz/percussão), Édne Tito (voz/percussão), Vlademir Quintino (voz/percussão), Carlos Pontes (voz/bateria), Luiz Beltran (sax/voz) e Valdomiro Barros (violão 7 cordas/contrabaixo/voz).

1 comentário

  1. Pedro Paulo Krahenbuhl em 12/02/2016 às 12:02

    Sinceramente estive lá e se tivesse umas duas mil pessoas nos dois dias era muito. não sei a razão de aumentar ficticiamente o público. Não foi esse sucesso todo, mesmo porque houve também o Carnaval de Marchinhas no Largo dos pescadores, que mesmo sem a aprovação da Prefeitura reuniu mais de 1000 pessoas nos dois dias. Não vejo razão do boicote de nossa secretária Rosangela Camolessi e da outra da Setur ao Largo.

Deixe um comentário