Cooperativa para trabalhadores de usina

Já em 1929, fundou-se uma cooperativa de consumo para os trabalhadores da Usina de Açúcar Piracicaba. Seus fundadores foram 45 empregados do Engenho Central, que utilizaram um capital de CR$ 10.450,00, acrescido por um empréstimo da gerência de mais CR$ 5.000,00 suficiente para que o empreendimento fosse instalado. As sobras anuais de mercadorias eram retornadas aos cooperados, na base do volume de compras que cada um efetuara durante o ano, variando entre 3 a 5 % sobre o total. A cooperativa ainda contava com biblioteca própria para atendimento aos sócios.

Em 1946, quando se inaugurou sua sede própria, a cooperativa possuía 1.150 cooperados, atendidos por 43 empregados e vendia todo tipo de gêneros alimentícios, tecidos, ferragens a preços mais baixos e ainda pagava juros de 6% ao ano, de acordo com as cotas/parte depositadas por cada associado As sobras anuais de mercadorias eram retornadas aos cooperados, na base do volume de compras que cada um efetuara durante o ano, variando entre 3 a 5 % sobre o total.

A cooperativa ainda contava com biblioteca própria para atendimento aos sócios.

Deixe um comentário