Lula(sindicalista) foi com Herrmann a Cuba: solidariedade em 1985

Deputado federal, em 1985 o ex-prefeito de Piracicaba, João Herrmann Netto, integrou comitiva de parlamentares brasileiros que, em Havana, participou do I Encontro sobre Dívida Externa da América Latina e do Caribe. O grupo ainda era formado por outras personalidades brasileiras, como o ainda líder sindical e presidente nacional do PT, Luis Inácio Lula da Silva, a atriz Lucélia Santos, Frei Beto e o presidente do Partido Comunista Brasileiro, Giocondo Dias.

A Herrmann, coube tornar público um documento de brasileiros, denominado Compromisso de Havana, no qual o grupo pedia o imediato restabelecimento das relações diplomáticas entre Brasil e Cuba, considerando “anormal e absurda sua inexistência”. Piracicaba foi uma das primeiras cidades a engajar-se nesta luta, justamente com a promoção, na UNIMEP, da I Semana Pró-Reatamento das relações Brasil/ Cuba, que contou com significativo apoio de Herrmann. Entre as muitas conferências, alguns empresários admitiram, pela primeira vez, que já se desenvolviam relações de compra e fornecimento de tecnologia e equipamentos aos cubanos, de forma triangulada, fazendo com que o processo se desse através de um terceiro país.

Havia especial atenção com relação ao posicionamento de Piracicaba, pela proximidade e interesses comuns, entre outros pontos, com relação à produção de cana de açúcar. A proximidade de Herrmann com o governo cubano permitiu que, nos anos 80, quando o time de basquete da UNIMEP vivia seu ápice nacional, ele pudesse contar, durante as finais da temporada, com o reforço de duas jogadoras cubanas de alto nível, que chegaram inclusive a integrar a seleção de seu país.

Deixe um comentário