42º Salão de Humor de Piracicaba terá 429 trabalhos

Arash Foroughi -Ira - Caricatura

Os trabalhos que vão compor a mostra competitiva do 42º Salão Internacional de Humor de Piracicaba já estão definidos. O júri de seleção do evento se reuniu no último final de semana no Hotel Center Flat Service para escolher, entre as 2.984 obras inscritas, aquelas que serão expostas no Armazém 14 do Engenho Central entre os dias 22 de agosto e 04 de outubro. Foram 429 obras escolhidas, das quais 128 cartuns, 114 caricaturas, 95 charges e 49 tiras/histórias em quadrinhos, além de 43 trabalhos com o tema Corrupção.

O salão é realizado pela Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal da Ação Cultural (Semac) e Centro Nacional do Humor Gráfico (Cedhu). “Percebemos que, ao longo desse final de semana, o júri se empenhou muito para escolher as melhores obras, num trabalho muito criterioso. Por se tratar de profissionais muito qualificados, tudo foi conduzido da melhor forma possível e
o resultado será uma edição do salão com um nível muito alto”, afirma a secretária municipal da Ação Cultural de Piracicaba, Rosângela Camolese.

O júri de seleção foi formado por Alcy (cartunista), Marcelo Madureira (humorista do Casseta & Planeta), Paulo Tadeu (Editora Matrix), Natália Forcat (cartunista, ilustradora), Marcela Benvegnu (jornalista especialista em cultura), Rafael de Latorre (ilustrador) e André Conti (Editora Cia. das Letras). Sob a presidência de Alcy, os profissionais seguiram claros critérios.
“A ideia do artista precisa funcionar, ser evidente e provocar o humor, fazendo com que nós do júri possamos reconhecer a piada e nos divertirmos com ela. Isso sem deixar de lado a qualidade do material”, explica Alcy.

TEMAS RECORRENTES – membro fundador do humorístico “Casseta e Planeta Urgente!”, Marcelo Madureira elencou as principais motivações dos artistas participantes. “Temos muitos daqueles temas recorrentes como os náufragos, intolerâncias
religiosas, animais. Vimos muitas selfies e várias referências às redes sociais e ao mundo digital. E o humor tira partido dessas situações”, opina.

Para Natália Forcat, foi preciso muito cuidado para realizar o trabalho. “É muito difícil, pois tivemos que tomar cuidado para não sermos influenciados pelo nosso próprio gosto e sermos justos, avaliando as obras pela sua qualidade, sem levar em conta aquelas com as quais mais nos identificamos”, conta. Já Marcela Benvegnu ressaltou a oportunidade. “É uma experiência única, pois você aprende muito sobre outras culturas e a riqueza dos traços”.

PREMIAÇÃO – O júri de premiação se reunirá no dia 15 de agosto, no Engenho Central, para escolher as melhores entre as obras selecionadas, que serão divulgadas na abertura do evento, no dia 22 de agosto. Os cartunistas brasileiros Luiz Gê, Laerte Coutinho e Angeli e as cartunistas Nani Mosquera e Cristina Sampaio, da Colômbia e Portugal, respectivamente, além do professor da
Universidade Mackenzie, Alexandre Huady e o secretário de Estado da Cultura, Marcelo Mattos Araújo, formam o júri de premiação.

Serão contemplados os vencedores das categorias charge, cartum, caricatura, tiras/histórias em quadrinhos e do prêmio temático Corrupção, com R$ 5.000 cada. O Grande Prêmio – Troféu Zélio de Ouro, escolhido entre os melhores de cada categoria citada, receberá mais R$ 10 mil.

Outros prêmios são Júri Popular Alceu Marrozi Righetto, que pagará R$ 5.000, os prêmios Câmara Municipal de Piracicaba, exclusivo para a categoria caricatura, e Saúde Unimed, que este ano foram reajustados de R$ 3.131,11 para R$ 5.000 cada, além do prêmio Águas do Mirante, também no valor de R$ 5.000. Também serão distribuídas duas menções honrosas em cada categoria.

HISTÓRIA – O Salão Internacional de Humor de Piracicaba surgiu em 1974, durante a ditadura militar, como iniciativa de um grupo de jornalistas, artistas e intelectuais atuantes no cenário político. A partir do sucesso das primeiras edições e do apoio da turma do jornal carioca “O Pasquim”, importantes cartunistas brasileiros contribuíram para a transformação do Salão em um dos mais conhecidos encontros do humor gráfico no Brasil e no exterior.
É um dos concursos mais antigos do gênero, que se mantém como espaço de reflexão e fruição das artes gráficas através da valorização do cartum, da caricatura, da charge e das tiras. As obras premiadas constituem um rico acervo, com trabalhos por meio dos quais é possível acompanhar as transformações sociais, econômicas,
além das relações humanas, questões ambientais e outros assuntos.

SERVIÇO
42º Salão Internacional de Humor de Piracicaba. O júri de premiação se reunirá no dia 15 de agosto, no Engenho Central. A abertura oficial e anúncio dos premiados acontecem no dia 22 de agosto, no Engenho Central. Informações: (19) 3403-2620 e (19) 3403-2621. Site oficial:  www.salaodehumor.piracicaba.sp.gov.br

Deixe um comentário