Projeto Todo Ser é lançado

todo ser-6Formar uma rede solidária para atender os animais em vários segmentos, não se restringindo a animais domésticos, buscando ainda a criação de Políticas Públicas para os Animais. Estes são alguns dos objetivos do Todo Ser – Projetos, Ideias e Ideais, lançado na noite de terça-feira, 10, em Piracicaba.  O Projeto Todo Ser é de iniciativa do Sindban (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região), envolvendo pessoas de diversas atividades e instituições que têm interesse em contribuir em ações na defesa e proteção de animais.

Participaram do evento e do 1º Encontro sobre Políticas Públicas para os Animais a presidenta do SINDBAN, Angela Isabel Ulices Savian, representando o presidente da Câmara de Vereadores de Piracicaba, João Manoel dos Santos, o vereador e presidente licenciado do Sindban, José Antonio Fernandes Paiva, o vereador Laércio Trevisan, representando o secretário de Saúde do Município de Piracicaba, a coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses da Secretaria de Saúde de Piracicaba, Eliane de Carvalho Silva, e a médica veterinária e presidente da Comissão de Políticas Públicas do Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo, Fernanda de Figueiredo Beda.

Durante o lançamento do Todo Ser, a orientadora do Projeto e cuidadora voluntária, Miriam Miranda, afirmou que quando surgiu o convite da Diretoria do Sindicato para implantação do Projeto, muitas pessoas afirmaram que esta seria uma parceria inusitada, pois o Sindicato dos Bancários não tem nada a ver com a causa animal. Porém, ela acredita que os dois caminham lado a lado. “Se vocês pensarem bem, um sindicato tem muitos pontos que se relacionam com a proteção. Palavras como luta, perseverança e defesa são palavras que se encontram e é isso que nós fazemos na proteção e também o que um sindicato faz quando está defendendo uma categoria. Então aquilo que poderia parecer inusitado, passou a ser contemporâneo, passou a ser uma ação moderna, pois um sindicato, além de fazer a sua defesa de classe, passa a atuar na sociedade e numa causa onde muitas portas se fecharam”.

Miriam agradeceu ainda o apoio do Sindicato em acolher os cuidadores e acreditar na ideia. “Isso é sensacional. É um princípio de mudança na sociedade, por isso agradeço muito a parceria, a mão estendida do SINDBAN. Paiva, Angela, todos os diretores do Sindicato, como foi especial este apoio. Muito obrigada”, reforçou.

A presidenta do SINDBAN, Angela Isabel Ulices Savian, afirmou que o Sindicato se engaja em todas as causas que acredita moverem a transformação, por isso abriram as portas para o projeto que vai mudar a vida de todos os seres. “Sabíamos que eram pessoas sérias, por isso abraçamos a causa. São projetos como este que temos que apoiar, dar incentivo, porque Piracicaba precisa de políticas públicas voltadas aos animais e nós apoiamos a causa. Contem com o Sindicato, contem com a gente”.

Gilmara Voltani, bancária diretora do Sindicato e coordenadora do Todo Ser, agradeceu o apoio de Paiva, Angela e todos os diretores do Sindicato que abraçaram com tanto apoio o Projeto. “É um sonho meu desde criança, cuidar dos animais, não importando raça, cor ou tamanho, então estou muito feliz. Nossa cidade precisa e, principalmente, nossos amigos animais, que não têm voz. Precisamos falar por ele e é isto que vamos fazer a partir de agora”, disse.

José Antonio Fernandes Paiva salientou o orgulho que sente por ter recebido da diretora Gilmara a extensão dos sonhos de outras pessoas, pois este é um grande estímulo de trabalho. “Quando o Sindicato decide dar guarida a uma ideia como esta é porque você, Miriam, contagiou com sua equipe a cidade, o estado e o nosso país sobre o quão importante é nos colocarmos à disposição. Eu quero contribuir como vereador e ser humano com vocês em um projeto que não tem como ser mais amplo que este, voltado para Todo Ser”.

TODO SER – O Projeto Todo Ser vai envolver pessoas de várias esferas e segmentos que buscam um senso comum: a proteção animal. Ele seguirá três linhas de atuação: educação, políticas públicas e apoio a pesquisas que melhorem a qualidade de vida de animais especiais.

“Para avançarmos na causa animal é preciso iniciar o trabalho de conscientização na infância. O trabalho de reeducação esbarra em questões culturais e de tradições que dificultam a mudança de comportamento. Para realizar esse trabalho é necessário capacitar os educadores e disponibilizar informações atualizadas sobre guarda responsável e legislação, além de fornecer material para o trabalho dos alunos”, afirmou Miriam.

A orientadora do Todo Ser explicou ainda que a única forma de garantir uma melhoria significativa em questões como abandono e maus tratos, é a criação de políticas contínuas de defesa e proteção. Isso envolve o Poder Público, a sociedade e a iniciativa privada. A aplicação de uma legislação mais eficiente, mecanismos de fiscalizações, ações contínuas no controle de natalidade e atendimentos que diminuam o sofrimento dos animais que já passam por privações nas ruas, irão resultar numa sociedade mais justa e equilibrada.

Através de uma iniciativa que já vem sendo realizada há quase um ano, animais portadores de deficiência estão participando de pesquisas realizadas pela Unesp de Botucatu com o objetivo de aprimorar técnicas para um melhor atendimento desses animais. Problemas como displasias, amputações, obesidade mórbida estão sendo estudadas com profundidade e animais que enfrentam essas dificuldades geradas por essas patologias, participam gratuitamente dos tratamentos oferecidos como parte das pesquisas. “O Projeto Todo Ser busca recursos para custear o transporte adequado e manutenção do tratamento desses animais”, enfatizou Miriam.

“O que precisamos deixar claro aqui é que, em linhas gerais, queremos formar uma rede solidária para atender os animais em vários segmentos, não se restringindo a animais domésticos. A cidade carece de projetos e campanhas que possam aumentar a conscientização e que esta reflita, a médio prazo, num avanço qualitativo e quantitativo na vida dos animais”, finalizou.

CONTATO – A princípio, o único canal de Comunicação que o Projeto terá para receber apoio, ideias e sugestões será através da página no Facebook TODO SER – Projetos, Ideias e Ideais.

Foto: Nanah D´Luize e Mário Camargo

Deixe um comentário