FALA SÉRIO!

Os textos de diferentes autores publicados nesta seção não traduzem, necessariamente, a opinião do site. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

SIAMESES

Assim fica difícil! No mesmo dia em que o ex – mas nem tanto – prefeito Barjas Negri fez terrorismo em seu blog falando sobre o desemprego na cidade de Piracicaba e culpando o governo federal, outra notícia vinda da prefeitura dá conta de que serão abertos 700 empregos em nova unidade laboratorial que irá se instalar no distrito Industrial. A prefeitura também festejou o aumento de mais de 8% do repasse de ICMS nestes primeiros três meses do ano na comparação com o mesmo período de 2014. Em quem acreditar? No economista prefeito de plantão ou no econômico prefeito Gabriel Ferrato. O mais incrível é que Barjas Negri culpa o governo federal pelo desemprego na cidade, mas não é capaz de dar uma sugestão para superar o problema. Como alguém sem propostas quer voltar a administrar a cidade?

 

CIDADES CRIATIVAS

Ao invés de ficar esperando que as coisas caiam do céu, outros municípios do estado estão investindo nas chamadas Cidades Criativas, conceito que incentiva a capacidade criativa da população para criar emprego e renda. Isso já começou a ocorrer em Dois Córregos e Mairiporã. Não dá somente para criticar e não apresentar uma proposta. Né não, ex-prefeito?

 

BARJAS NEGRI VEM AÍ…

Tá explicado. As recentes aparições de Barjas e a grande atividade de seu Blog, instrumento de duras críticas ao governo federal, tem motivo. Ele quer mesmo ser candidato a prefeito em 2016, tirando Gabriel Ferrato de cena. Como prêmio de consolação, daria a Ferrato uma vaga para concorrer à disputa de uma cadeira na Assembleia Legislativa. Para que isso aconteça, Barjas vem usando sua influência até no Diretório Estadual.

Como argumento para essa manobra, diz que tem, hoje, de 60% a 70% de apoio da população. Lógico! Sem concorrente, ele nada de braçada. Os partidos de oposição têm de criar novas alternativas para acabar com os coronéis que governam a cidade há décadas.

 

PALAVRAS AO VENTO

Barjas diz aos quatro ventos que foi convidado pelo governador Geraldo Alckmin para ser secretário Estadual de Educação. Fontes do governo do estado afirmam que isso jamais aconteceu. Barjas é do time do Serra, e não de Alckmin, que quer disputar a presidência da república.

 

TEMPESTADE DE AREIA

Barjas está criando uma crise no diretório local do PSDB. O atual deputado federal suplente, Mendes Thame, não está gostando nada dessa atitude e deve apoiar Ferrato para a reeleição. Se Ferrato não for o candidato a prefeito, derruba os planos de Mendes Thame de lançar sua mulher, Manci Thame, para uma vaga na Assembleia Legislativa. E Roberto Morais, perguntam os mais atentos? Até hoje, Roberto Morais foi usado pelo PSDB para não aspirar ao maior cargo executivo da cidade. Roberto ganhou a possibilidade de se aproximar do governo do estado para conseguir uma verbinha aqui, outra acolá, e isso tem garantido suas eleições.

 

SENTADA À BEIRA DO CAMINHO

Enquanto isso, Rosangela Camolesi, que sonhava ser candidata e a primeira mulher prefeita da cidade, fica sentada à beira do caminho. Como diria Erasmo Carlos: “eu não posso mais ficar aqui a esperar, que um dia você volte para mim…”

 

(D)EFEITO COLATERAL

O governador Geraldo Alckmin afirma que os professores do estado não estão em greve. Ué, o que estão fazendo os alunos em casa? Será que já chegaram às férias de julho? E os professores, onde estão? Foram gastar seus salários em Miami? O que é isso, governador? Será que a falta de água também está lhe provocando a ausência de memória? Ou seu nariz cresceu tanto que afetou a visão?

 

MANUAL CONTRA A CORRUPÇÃO

Aqui vai nossa colaboração para que o presidente da Câmara, Matheus Erler, e os vereadores identifiquem casos de corrupção. Juristas experientes dão as dicas de como detectar se um administrador está desviando recursos públicos.

 

AULA DA SEMANA

Os acusados de desvios vão sempre alegar inocência veementemente, apelar para a justiça divina e acusar aqueles que estão lutando contra a corrupção de perseguição política para tentar desviar a atenção dos fatos. Não caia no jogo dos bandidos. O foco tem de continuar sendo os desvios do erário público.

 

Fala Sério! é publicada toda quarta-feira no jornal Tribuna Piracicaba e

no site da Tribuna e de A Província. Também pode ser acessada pelo Facebook: Falasério djalma lima

2 comentários

  1. Jairo Teixeira Mendes Abrahão em 01/04/2015 às 16:18

    Sr. Djalma. Como pessoa altamente credenciada nos meios políticos da Noiva, gostaria que , pelo menos tentasse,responder a pergunta que faço há muito tempo e não consigo resposta: Na famosa, e agora ressuscitada, “Lista de Furnas” consta o nome do candidato, eleito, a Deputado Federal pelo PSDB de São Paulo Antonio Carlos Mendes. Será que é o Antonio Carlos de Mendes Thame? Não encontrei o nome da “Lista” em nenhuma fonte de pesquisa que usei! O único Deputado Federal , paulista,pelo PSDB, então eleito, com nome Antonio Carlos Mendes é o Thame. Será???

    Jairo Teixeira Mendes Abrahão

  2. Antonio Carlos em 04/04/2015 às 18:01

    Enquanto ele fala, Ferrato se reúne com empresários em busca de alternativas para a tal crise. É assim que se faz em vez de procurar culpados. Aliás, foram buscar, sem necessidade, empresas do outro lado do mundo. Encheram a cidade de gente de fora. Vem a crise e, como sempre, botam tudo mundo pra correr e o município tem que arcar com necessidades de gente que nem era daqui. Isso se chama falta de planejamento. A vocação de Piracicaba é turismo e cultura. Esse senhor se achou no direito de mudar seu destino. Viramos uma cidade violenta; o trânsito mata, adolescentes da periferia estão largados e aos poucos estamos perdendo nossa identidade. Trouxeram Fundação CASA, presídio e agora outra Fundação CASA – sinal de falência da sociedade que não sabe cuidar de seus jovens. Não tem escola pra todo mundo, Não fosse o “Mais Médicos” a saúde seria o caos; não há casas suficientes para assalariados; nem lazer e entretenimento acessíveis; investiu nada no transporte coletivo; etc. Não tem mais nada para esse senhor fazer aqui. Que siga seu caminho e nos deixe em paz. Ferrato ainda vai nos surpreender como bom governante porque vê que cidade não é prédio e asfalto, mas gente.

Deixe um comentário