Fala sério!

Os textos de diferentes autores publicados nesta seção não traduzem, necessariamente, a opinião do site. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

REFLEXÃO SOBRE GABRIEL

Está coluna já vem noticiando há tempos a puxada de tapete que Barjas Negri vem tentando dar no “amigo” Gabriel Ferrato. O fato que já esquentava os bastidores da politica local explodiu no excelente trabalho feito no Programa Os comentaristas da Educadora e repercutido pela Tribuna, quando Gabriel cansando de sua santidade resolveu falar abertamente sobre o rompimento com Barjas.

GABRIEL SE CANSOU

Pressionado por amigos e familiares Gabriel Ferrato assumiu publicamente e vai partir agora para um voo solo. Se não for o PSDB cujo Diretório local prefere um candidato com problemas na Justiça a caminhar ao lado de uma pessoa séria e comprometida com a ética. Fica difícil entender o PSDB local que bate panelas contra os corruptos e apoia um pré-candidato,  envolvido por denúncias por quase todos os cargos que passou de Ministro, Prefeito e Secretario de estado.

ATITUDE

O prefeito Gabriel Ferrato tem que tomar agora outra atitude. Mandar para casa os secretários municipais que o afrontaram até agora usando seus cargos para trabalhar abertamente para a campanha de Barjas Negri. Ferrato tem que construir uma equipe que seja de sua confiança. Esta reforma tem que ser feita imediatamente não pode esperar.

PROJETO

Gabriel Ferrato tem condições de apresentar um projeto moderno e diferente dos modelos feitos até agora para a cidade de Piracicaba, unir forças que não confiam mais em Barjas e construir a marca de sua administração que já sai com um diferencial, a honestidade.  Não é isso que o Brasil está pedindo nas ruas, ou isso não vale para Piracicaba?

PROBLEMAS

Se a nova Lei eleitoral que não permite a doação de empresas para candidatos for aprovada o  Barjas Negri poderá ter sérios problemas.  Sua campanha para o próximo ano está baseada em cima de financiamentos de empresas que já prestam serviços para a prefeitura amarradas em contratos que perduram até agora. A atual administração nada pôde fazer para cancelar esses contratos.

MUITOS CPFs

O candidato Barjas e sua equipe vão ter que usar muitos CPFs para justificar a arrecadação de campanha.  A Justiça Eleitoral vai ter que ficar bem atenta à prestação de contas para verificar a origem de todo o dinheiro.  Aliás, isto tem que ser feito para todos os candidatos. Não é isso que o país está pedindo?

UM NOVO TEMPO

Se Piracicaba quiser construir um novo tempo, as próximas eleições poderão representar o divisor de águas entre um passado politico que tem que ser varrido da politica nacional e construir uma nova geração de políticos comprometidos com a ética, com respeito ao dinheiro público.

NO MJURO

O PSDB local confirma a imagem nacional de sempre ficar em cima do muro em situações difíceis. Nenhuma das chamadas lideranças do partido se manifestou até agora. Onde estão os tucanos locais? E não adiante falar que não querem se meter, pois o problema é sério. E eles devem explicações para a cidade, muito mais do que para o partido.

CUMPRIMENTOS

Todos os companheiros que fazem parte do programa Os comentaristas da Educadora e A Tribuna Piracicabana que mostraram que o verdadeiro espirito do jornalismo não morreu e merece todos os elogios. Isto me remete aos velhos tempos do jornalismo combativo e de denuncia que era praticado pela imprensa de Piracicaba.  

3 comentários

  1. Luís Antonio Ré em 23/09/2015 às 17:39

    pena que nossa imprensa seja tão omissa! voltem ao nosso jornalismo puro e combativo…

  2. Luis Fernando em 24/09/2015 às 10:35

    Se o Barjas é realmente corrupto eu não sei, o que eu tenho certeza é que o Ferrato é extremante incompetente, foi incompetente como secretário da educação e agora como prefeito. Se tiver Barjas, voto Barjas, se tiver Ferrato, voto Trindade.

  3. Antonio Carlos em 28/09/2015 às 21:18

    Se tratam assim os amigos imaginem o resto. O PSDB daqui tem dono. São sempre os mesmos; mais interessados em poder que no bem da população, especialmente a mais sofrida. Dificultam o despontar de novos líderes. A meu ver o atual prefeito se mostra mais preocupado com o povo que com obras. Uma cidade boa para os mais pobres, para os deficientes, idosos e crianças será uma cidade boa para todos. Barjas já fez o que sabia fazer.

Deixe um comentário