Mensagem de esperança

Os textos de diferentes autores publicados nesta seção não traduzem, necessariamente, a opinião do site. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

esperança

Se os tempos são sombrios, existe um contraponto feito da coragem que brota em muitos corações. Precioso é encontrar gente de boa vontade, com força para construir um mundo mais humano. Por mais utópico pareça, devemos crer na vitória do bem contra o mal.

Refiro-me à fé, à esperança, ao amor fraternal que une homens e mulheres em torno de um mesmo ideal, de um sonho a ser vivido e partilhado. A construção de uma sociedade justa, onde os direitos sejam respeitados. Por vezes, nos sentimos desesperados diante de tanta corrupção e violência. É quase natural a sensação de desamparo e de abandono, como se cada um de nós tivéssemos de nos impor perante nosso semelhante, cuidando cada qual da própria sorte, uma vez que a ordem parece abolida em toda parte.

Que ninguém se deixe intimidar pelo medo. Por mais tenebrosos sejam estes dias, a esperança deve imperar em nossas almas. Ela nos ajudará a superar as dificuldades do dia-a-dia, para enfrentarmos com coragem a própria insegurança de sair às ruas, de viajar, de abrir os horizontes da vida, sempre tão fascinantes e tão novos.

As trevas avançam, mas a luta em favor do bem comum deve prevalecer. Entendo que a harmonia da paz e da bonança vem de uma pronta colaboração de todos para com as normas e regras vigentes que dão suporte à vida de todos nós, gostemos ou não. Do convívio dentro de um condomínio até a participação efetiva na vida pública.

Há quem não se adapte ao ritmo trepidante das cidades e prefira se refugiar no campo, em busca de tranquilidade. Neste tempo atribulado, em que se digladia contra tantos males e perturbação do sossego público, o homem voltou a sonhar com uma vida de mais simplicidade e mais pureza.       Sim, talvez o coração humano tenha se cansado da abundância de bens de consumo à sua disposição, voltando-se para interesses que dizem respeito à qualidade de vida.

Que o espírito humano não perca jamais a curiosidade, o ânimo e a alegria. Vivemos uma batalha, é verdade. Todo homem, hoje, é um soldado de si mesmo. Mas pode-se empreender combates que não signifiquem carnificina, perdas, mortes. Há guerras santas e limpas, como as que se travam em favor da igualdade de direitos e da justiça.

Há um combate espiritual maravilhoso que podemos exercer o tempo todo. Cada um de nós pode se revestir da divina armadura e com ela resistir. Trata-se de um revestimento que blinda a criatura humana, preservando-a dos mais terríveis ataques. Que seja colocada em nós a couraça da justiça, o capacete da salvação, o cinturão da verdade, o escudo da fé e que se tome da espada do Espírito, para se lutar como lutaram os santos de Deus.

Deixe um comentário