‘O Brasil deve muito à USP também’

“Eu acho que a USP tem um papel fundamental na história do Estado de São Paulo e no seu desenvolvimento urbano, social, humano e tecnológico. Teve papel preponderante para que São Paulo fosse o que é hoje. A USP e todos profissionais formados por ela, assim como a rede de conhecimento científico gerada por ela foram fundamentais para formar o ‘espírito paulista”.

A ESALQ, por sua vez, é a grande formadora da intelectualidade agrícola brasileira. Ela tem papel fundamental na posição de liderança mundial brasileira na produção de alimentos. Só para se ter uma idéia, na Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento, dos 87 secretários estaduais, 24 foram formados pela Escola Superior de Agricultura ‘Luiz de Queiroz’. Os formandos da Esalq ocuparam e ocupam diversos cargos de secretários estaduais, ministros federais, deputados, governadores e até posição de presidentes de instituições como Embrapa, IAC, entre outros. Isso é um fato importantíssimo. Na USP tivemos inúmeros presidentes do Brasil. Só para citar alguns: Fernando Henrique Cardoso, Jânio Quadros, Washington Luís e Prudente de Moraes, o primeiro presidente civil do país. O Brasil deve muito à USP também. A ESALQ, a centenária ESALQ, teve um papel importantíssimo na formação e no engrandecimento da classe rural brasileira ao longo de sua história.

João de Almeida Sampaio Filho

Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, economista e produtor rural nos Estados de São Paulo, Mato Grosso e Paraná, liderou diversas entidades ligadas ao agronegócio brasileiro

Deixe um comentário