Bom Dia

Sem pão, sem circo

As “Sátiras” de Juvenal são, na literatura latina, uma das mais ricas fontes de uma época em que se acentuou…

Leia mais

O mordomo de Lula

Sou do tempo de encafifar, de pessoas encafifadas, de ficar-se encafifado, não sei se ainda se fala disso. Quando alguém…

Leia mais

Bandidos, pá e enxada

É uma pena seja, a linguagem humana, usada para mistificar. Palavras adquirem o significado que se lhes deseja dar, não…

Leia mais

Comida de mãe, cadê?

Diz-se, acacianamente, dos loucos, que eles nunca sabem de sua própria loucura. Pode ser. Seríamos, no entanto, capazes de estabelecer…

Leia mais

A volta dos homens bons

A sabedoria dos provérbios populares é universal. Há algo de tal forma misterioso na alma humana que – apesar de…

Leia mais

Elegância e leão cordial

Acredito em sinais, mas não sou supersticioso. Se o fosse, estaria preocupado pois, nestes últimos dias, tenho pensado demasiadamente em…

Leia mais

Lá, como cá…

Faz-se jornalismo próximo, faz-se jornalismo a distância. Isso, conforme a conveniência de quem o faz. Pois é muito mais conveniente…

Leia mais